domingo, 1 de Fevereiro de 2009

Chimpanzé

Superfamília Hominoidae; Família Hominidae

Pan troglodytes


Características distintivas:

Os chimpanzés são pretos, mas alguns indivíduos mais idosos apresentam uma coloração preta - acinzentada.
Ambos os géneros possuem uma curta barba branca. As orelhas são salientes. Os jovens têm na cauda um tufo branco e possuem pêlos faciais rosados ou castanhos que escurecem quando à passagem para a idade adulta.


O jovem chimpanzé procura térmitas no tronco. Pode-se notar o tufo branco na cauda.


Características Físicas

cabeça e comprimento do corpo: 816mm

peso: Fêmeas 32-47 kg; Machos 40-60kg.

índice intermembranal*: 103-106.

peso cerebral do adulto: 410,3g. Capacidade Cranial: Machos 400 cu cm; Fêmeas 355 cu cm Comprimento do dente canino: Fêmeas 11,7mm; Machos 15mm Comprimento do pénis 80mm.

Os pesos e o índice intermembranal variam com as subespécies.


Habitat:

Primário e secundário, savanas de floresta seca, pradarias, e florestas húmidas tropicais desde as terras baixas ao habitat montanhoso acima dos 3000m.


Dieta:

Fruta, 45-76%;

Folhas, 12-45%;

Flores, 1-18%;

Sementes, 1-11%;

Presas animais (incluíndo mamíferos, 10 espécies de aves, formigas, térmitas, vespas, e larvas) e galhos, 0-5%.

A dieta varia com a estação do ano. Mais de 250 tipos de fruta fazem parte da alimentação dos chimpanzés. Os mamíferos que fazem parte da dieta dos chimpanzés são outros primatas (12 espécies), gulungos – um antílope africano, potámoquero – porco selvagem de África, cabritos, roedores e procávias. Os chimpanzés usam algumas plantas para o que tem vindo a ser descrito como fins medicinais. Os investigadores conseguiram isolar um agente anti-tumoral de uma destas plantas.


História de Vida:
(me=meses)(d=dias)(a=anos)

Infantil: 60me.
Desmame: 52me.

Juvenil: 60-96me.

Subadulto: 96-132me.

Maturidade Sexual: Fêmeas, 135me ; Machos, 156me.

Ciclo Estral: 36d.

Gestação: 240d.

Idade ao 1º nascimento: 168-180me.

Intervalo entre nascimentos: 60me.

Longevidade: 53a.

Acasalamentos e nascimentos: durante todo o ano. Pico de nascimentos: Outubro – Novembro.


Locomoção:

Quadrúpede, desloca-se sobre os nós dos dedos das mãos e corre; trepador em suspensão; saltador; braquiação limitada; bipedísmo ocasionalmente.

Estrutura Social

Muitos machos para muitas fêmeas, fissão – fusão de comunidades em que um grupo de machos aparentados patrulha o território da comunidade. Emigração: As fêmeas emigram para outras comunidades.

Tamanho do grupo: Fêmeas 7-25, Machos 5-16, mas podem atingir mais de 100 indivíduos.
Extensão do território: 3900-7800ha.
Tamanho do território de dia: 3900m.

Comportamento

Diurno, arbóreo, e terrestre. Os chimpanzés viajam maior parte do tempo no solo mas alimentam-se nas árvores durante o dia.
Tem sido especulado que alguns chimpanzés de diferentes áreas possuem diferentes tradições culturais (protocultura) que são passadas de geração em geração. Exemplos desta protocultura, incluí, caça em grupo do colobo vermelho ocidental (Protocolobus badius) na Costa do Marfim, o comportamento de partir nozes na África Ocidental, a pesca de térmitas na Tanzânia, e o uso de plantas medicinais no Uganda.
A partilha de carne pelos machos é uma estratégia de coligação para recompensar amigos e aliados. Os chimpanzés modificam e usam objectos como ferramentas para a pesca de térmitas, procura de formigas, como esponjas para beber água, como martelos, bigornas e armas. Em 1993, no primeiro caso documentado de um primata não-humano a usar uma ferramenta para capturar um mamífero, foi observado um chimpanzé a capturar, com uma ferramenta modificada, um esquilo num buraco de uma árvore. Na África Ocidental os chimpanzés transportam pedras para junto das árvores de nozes e usam essas pedras para partir as nozes e obter o alimento; demora cerca de 4-5 anos para um chimpanzé juvenil aprender este tipo de comportamento. Foram observados machos de uma comunidade a perseguirem e a matarem membros de outra comunidade, o que foi denominado por guerra. Os machos formam alianças e coligações para determinar a sua posição na hierarquia do grupo. Para intimidar rivais, eles fazem demonstrações de agressividade que inclui arrastar ramos, vocalizações altas, perseguições, e ataques. Foram relatados alguns casos de infanticídios canibalismo. “Allomothering” incluí adopção de chimpanzés órfãos.
Os chimpanzés são caçados pelos humanos para servirem como comida e animais de estimação, e aproximadamente 2000 estão em laboratório de investigação nos Estados Unidos da América.














Nas fotos pode-se observar um chimpanzé usando uma pedra para partir nozes e uma fêmea chimpanzé moldando um galho para usar como ferramenta para extrair térmitas.

Acasalamento: O macho dominante e uma fêmea no cio podem manter afastados outros chimpanzés mas o acasalamento promíscuo é comum. Uma fêmea copular até 50 vezes num só dia com 14 machos diferentes. Para ganhar vantagem sexual, alguns machos oferecem carne à fêmea. Tanto machos como fêmeas têm orgasmos e especificas vocalizações durante a cópula.

Vocalizações: 34 vocalizações graduadas, desde roncos baixos, choros, roçar dos lábios, guinchos e gritos. A vocalização mais notável é a “pant-hoot”, usada em situações de exitação social. Para anunciar a outra comunidade um largo abastecimento de fruta, os machos tocam nos troncos das árvores, podendo ser ouvido a longas distâncias.

O "Panthoot" é uma vocalização usada em diversas circunstancias sociais - à chegada de frutas, quando viajam, como resposta a outras vocalizações "panthoots" e na integração de novos membros.



* é um valor conseguido através da proporção do comprimento dos membros anteriores aos membros posteriores. Esta informação é importante para paleontólogos, que só podem fazer a inferência sobre o comportamento dos animais fósseis que encontram. Todos os primatas estão numa escala de 50 para 150. O índice intermembranar indica o tipo geral de locomoção.

----------------------------------------------------------------------

Fonte bibliográfica e fotografica: ROWE, Noel; The Pictoral Guide to the Living Primates; Pogonias Press; 1996; Charlestown, Rhode Island, USA.

Outras Fotos:

Chimp using a rock to cracking a nut - Scientific American

Jane Goodall panthoots with a chimpanzee - Michael Neugebauer

Documentários na TV



Segunda, dia 02 de Fevereiro
»00h00 - BBC, A Natureza do Mundo: Titus, O Rei dos Gorilas«
Repetição às 10h00.

Terça, dia 03 de Fevereiro
»19h00 - Primos: Os Grandes Símios«
Repetição dia 04 às 03h00 e às 11h00.



Sábado, dia 07 de Fevereiro
21h00 - A Evolução do Homem