domingo, 1 de Março de 2009

Proteína cerebral com potencial contra a doença de Alzheimer

Estudos recentes com animais modelos, descobriram uma proteína cerebral com potencial para abrandar ou parar a progressão da doença de Alzheimer.

O córtex cerebral entorrinal, que suporta a memória, produz normalmente um factor neurotrópico (BDNF); contudo, esta produção diminui com a presença da doença de Alzheimer. Quando os investigadores injectaram BDNF em animais de laboratório com lesões no córtex entorrinal ou que foram geneticamente modificados para terem sintomas da doença de Alzheimer, descobriram que esses animais desenvolveram memória e capacidades cognitivas e a degeneração e morte celular foi prevenida ou revertida.

"Os efeitos do BDNF são potentes! Quando administrámos BDNF nos circuitos de memória do cérebro, estávamos a estimular directamente a actividade e a prevenir a morte celular da doença subjacente." disse o Dr. Mark Tuszynski, professor de neurociências da Universidade da Califórnia, San Diego, Escola de Medicina.

Os animais que estavam a receber o tratamento - modelos trangénicos de ratos com a doença de Alzheimer, ratos idosos, com lesões induzidas no cortéx entorrinal, macacos rhesus idosos e macacos com lesões no cortéx entorrinal - também mostraram benefícios a longo prazo. Eles começaram a produzir mais BDNF por si próprios e a apresentarem mais sinais de desenvolvimento de células cerebrais e função neuronal, enquanto que os animais não tratados degeneravam mais. O hipocampo, o centro de processamento de memória a curto prazo, o qual é rapidamente degenerado pela doença de Alzheirmer, também mostrou ter alguma recuperação.

A equipa, cujas descobertas forma publicadas no dia 8 de Fevereiro de 2009 na Nature Medicine, conclui que, desde que o factor BDNF apareceu, seguro e efectivo, nos animais modelos, poderá ser uma esperança para o tratamento da doença de Alzheimer em humanos.

"Nesta série de estudos, nós mostrámos que o BDNF ataca as próprias células corticais, prevenindo a sua morte, estimulando a sua função e improvisando a aprendizagem e a memória," disse Tuszynski. " Deste modo, o tratamento por BDNF pode providenciar uma longa protecção por abrandar ou mesmo parar, a progressão da doença nas regiões corticais que recebem o tratamento."

Publicado dia 8 de Fevereiro na U.S. News

Notícia original: http://health.usnews.com/articles/health/healthday/2009/02/08/brain-protein-may-have-potential-against-alzheimers.html

Documentários na TV - de 01/03 a 08/03


Segunda, dia 02 de Março
»22:00 - Diário de Orangutandos - Episódio 1«
Repetição dia 03 às 05h00 e as 12h00.


Sábado, dia 07 de Março
»22:00 - BBC, Natureza do Mundo: Titus, O Rei dos Gorilas«




Segunda, dia 02 de Março
»16:10 - O Lado Sombrio dos Chimpanzés«
Repetição dia 3 às 03:30 e dia 07 às 05:20 e às 07:00.



Quinta, dia 05 de Março
»07:00 - Resgate de Chimpanzés: Episósio 1«
Repetição dia 5 às 12:50

»07:25 - Resgate de Chimpanzés: Episódio 2«
Repetição dia 05 às 13:15



Sexta, dia 06 de Março
»07:00 - Resgate de Chimpanzés: Episódio 3«
Repetição às 12:50.

»07:25 - Resgate de Chimpanzés: Episódio 4«
Repetição às 13:15.

»08:40 - Babuínos do Vale«
Repetição às 16:10 e dia 07 às 03:30 e às 07:00.