quarta-feira, 22 de abril de 2009

Bonobos fazem amor em vez de guerra!

Será que as espécies que encaram actualmente a extinção possuem pistas para a origem dos seres humanos?

No meio de uma das zonas menos exploradas da Terra, podemos vislumbrar um dos primos mais próximos ao homem...o Bonobo.

Pensa-se que os Bonobos são, possivelmente, os únicos animais que resolvem os seus conflitos não através da violência, mas através do sexo. Na verdade, acredita-se que eles estão entre os únicos animais, com excepção do homem, que fazem sexo por divertimento, e não apenas com objectivos de reprodução da espécie.

Conhecidos também por "macacos eróticos," os bonobos são 98,5 % geneticamente semelhantes aos humanos.
Um grupo de repórteres da abc levou a cabo uma viagem incrível e difícil ao coração do Congo para se encontrarem com Bila-Isia Inogwabini, também conhecido por "Ino." Ino é um investigador para a Fundação Mundial da Vida Selvagem (World Wildlife Fund) que defende actualmente uma teoria controversa - que este foi o primeiro lugar onde os humanos apareceram na Terra.
Ino possui créditos por uma descoberta incrível - uma população de 2000 bonobos extremamente raros a viver numa vasta área da floresta africana. Esta descoberta representa um desenvolvimento muito grande para uma espécie que alguns temiam estar à beira da extinção.

O mundo não sabia da existência desta população, disse Ino, e os primeiros repórteres que ele mostrou foram os da abc.

Mas a caminhada não foi fácil! Ao longo de três dias, durante 20 kilometros, combateram contra o calor, atravessando a floresta escura, ameaçados pelas formigas comedoras de humanos e pelas incrivelmente persistentes abelhas.

Muitas vezes levantavam o acampamento antes de amanhecer e quando finalmente chegaram perto do objectivo final, foi emocionante.

Primeiro, ouviram os bonobos a passarem pelas árvores, ouvindo sons que pareciam que as árvores se desmoronavam. Depois ouviram as vozes - diz o repórter que parecia uma banda sonora de um filme de terror.

E quando finalmente os avistaram, eles pareciam homens das cavernas acrobáticos.

Uma mitologia romântica nasceu à volta dos bonobos, uma espécie que se acreditou ser mais pacífica do que os chimpanzés, que podem ser ferozmente violenta.

"Os Bonobos têm tendência para resolver os seus problemas através do sexo, em vez de usarem violência," explicou Ino.

É verdade, os bonobos resolvem a competição por comida e território, não através de violência, mas sim, através de relações sexuais.


Ligações com os Bonobos

Para além dos humanos, eles são os únicos animais que fazem sexo por diversão, não apenas para procriar.

"E este facto coloca esta espécie mais próxima da nossa do que outra espécie de mamífero," disse Ino.

Os Bonobos têm sexo em grupo, sexo entre o mesmo género, sexo oral e sexo cara a cara. Também foi reportado o beijo francês!



Os Bonobos são considerados como sendo,
possivelmente os únicos animais que resolvem os seus conflitos não
através da violência mas através do sexo. (ABC News)

Muitos pensam que a razão pela qual os bonobos são tão pacíficos - são observados frequentemente a catarem-se tranquilamente uns aos outros - é que a sua estrutura social é dominada por fêmeas.


Contudo, neste momento, esta espécie encontra-se em perigo crítico de extinção. Tiveram pouca sorte de existirem num só país - o empobrecimento, a anarquia e a guerra do Congo, onde os caçadores furtivos os caçam como alimento tem vindo a degradar as populações de Bonobos.

Eles são considerados como animais sensíveis por algumas províncias do Congo, disse Ino, e por algumas tribos.

Parecem ser incrivelmente dóceis e humanos. Os repórteres só puderam interagir com os bebés. Os jovens bonodos são brincalhões, sendo considerados psicologicamente vulneráveis quando são órfãos, sendo dados a eles mães substitutas.

De volta à selva, Ino disse que testemunhou que os bonodos têm muitos comportamentos parecidos com os dos humanos, e até os viu chorar. Mas provavelmente, o comportamento mais humano de todos é o facto de que os bonobos, ocasionalmente, andam em posição vertical sobre os dois membros posteriores, o que levou Ino a avançar com a sua teoria radical.


A evolução do homem?

Ino descobriu que os bonobos são os únicos animais que vivem numa área que é uma mistura de selva com savana - as planícies africanas. Isto força-os a andar na vertical mais do que na selva. E isto é o que Ino pensa ter sido o tipo de ambiente que fez surgir os primeiros humanos.

"Penso seguramente que os seres humanos possam ter evoluído a partir desta região," disse Ino. "É um grande reivindicação, sim, eu compreendo, mas acho que vale a pena colocar esta hipótese sobre a mesa."


Dan Harris da ABC News com um bonobo bebé no
Santuário dos Amigos dos Bonobos no Congo - chamado Lola Ya Bonobo -
onde quase todos os animais que lá estão
são órfãos de pais mortos pelos caçadores. (ABC News)



A teoria que prevalece entre os cientistas diz que os primeiros humanos evoluíram a centenas de quilómetros do Congo, na África Oriental. Os especialistas com quem foi discutida a teoria de Ino, indeferiram-na como rebuscada.

"Posso não ser levado a serio agora, mas acredito que dentro de 15 ou 20 anos, a minha teoria possa ser comprovada como verdadeira," disse Ino.

No mínimo, a sua teoria pode chamar a atenção para os bonobos, que nos podem ensinar algo sobre a resolução de conflitos.



video
Os Bonobos em vias extinção vivem nas profundezas das florestas do Congo, usando o sexo para resolver os seus conflitos.



Publicado dia 19 de Março de 2009; ABC News; por Dan Harris


Notícia original: http://www.abcnews.go.com/Nightline/Story?id=7114519&page=1